quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

É um amor

Principalmente quando tem sono o João agarra-me na cara, uma mãozita bem aberta em cada uma das minhas bochechas e encaixa o seu narizito em cima do meu de forma a que fiquemos colados. E se desvio um bocadinho a cara ele volta à posição original: olhos nos olhos, testa na testa, nariz no nariz, mãozitas nas nossas bochechas. Fecha os olhos e fica ali sossegadinho por uns instantes. Em paz, digo eu. Aconchegado. Ele e nós, que isto é só privilégio do pai e da mãe. É tão bom!

4 comentários:

Cláudia disse...

Que ternura...

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Que fofo!

Mami ( Sónia ) disse...

Sabe tão bem....

Pat disse...

Sabe muito bem mesmo!!! Eu tb adoro essa cumplicidade e ternura!