quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Quer-me parecer que vou ter um resmungão

Estamos na fase refilão. Começou esta semana, talvez no final da anterior e tento não valorizar, mas acho-lhe um piadão. Principalmente quando ele se distrai e lhe sai uma tolice.

"João, fizeste asneiras. És feio!" "Feia mamã."
"João, come a sopa" "Sopa mamã."
"João, faz xixi." "Xixi mamã."
"João, dá um beijinho." "Beijinho mamã."
"João, és lindo!" "Linda mamã."

(Ele diz isto sempre em tom de refilão do género "Tu é que fazes!" ou "Tu é que és e estás para aqui a chamar-me isso!", nunca em tom de elogio!)

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Frases do momento

"É boa!"   (seja canja, seja fruta, seja o que for... no masculino ou feminino, é sempre boa)

"O João qué!"   (estejamos nós a comer o que for... noutro dia era morcela!)

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Do João

A olhar pela janela do carro para as enormes poças de água da chuva lamenta-se "Água... não tem patos!"

Praia e parque

Ontem o João pediu insistentemente para ir ao parque ou à praia. Uma, duas, três, quatro vezes, ... Também eu queria, João.

Nota mental n.º 1: Raio de chuva! Eu sei que faz falta, mas se chovesse só à noite não haveria problema nenhum, pois não? :-)

Nota mental n.º 2: Espero receber rapidamente as diversas tintas, a plasticina e o dominó que encomendei para estrearmos nas tardes de inverno.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

A Bisa Luísa...

... tem uma pequena fractura numa perna. Vai ter que andar com a perna engessada e com uma tala durante 4 semanas. Vai ser bonito, vai. E andou assim quase 15 dias a dizer que não lhe doía quase nada. Foi praticamente obrigada a ir ao hospital. No entanto, enquanto esperava pelo ortopedista, só comentava o quanto o bisneto João lhe tinha dado miminhos durante a tarde: " E sabes, pediu-me para tirar os óculos e pôs as duas mãos na minha cara e deu-me um beijinho. E ficou encostadinho à minha cara a fazer festas. E... E... é tão carinhoso!".

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Prevenção rodoviária

Aqui há uns meses começamos a explicar ao João que só se podia atravessar a rua se não viessem carros de um lado e de outro. Penso que agora já está bem interiorizado... na medida da capacidade dele, claro. Volta e meia ficamos uma eternidade para atravessar a nossa rua que é calma mas muito comprida... e se ele vir um carro lá muito ao fundo diz "Vem carro!" e já não podemos atravessar. E no fundo com razão.

Mas ontem foi ele que nos deu a lição. O Avô veio acompanhar-nos ao carro (que estava longe) depois de jantar em casa dele e, para não voltar a pé para casa, sentou-se ao meu lado. Como só ia dar a volta ao quarteirão nem pôs o cinto de segurança. Ouve-se logo o João de lá de trás "Vovô, põe cinto! Vovô! Põe cinto! Põe cinto!". Boa João!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Tu estás fixe!

Foi assim que o pediatra terminou a consulta do João na passada segunda feira. Referiu que o notou muito crescido, já sem os jeitos de bebé. Que em apenas três meses ele desenvolveu muito a todos os níveis: linguagem, motricidade, interacção, etc.
O João, por seu lado, mal viu o pediatra ficou todo contente. Lá vai o tempo em que chorava mal o via. Apertou-lhe a mão e lá foram de mão dada para o consultório. Assim que o pediatra falou em tirar a roupa sentou-se no chão a descalçar os sapatos. Lá vai o tempo em que chorava mal se tocava nele para tirar a roupa no consultório.
Saimos de lá com a receita de Rybomunyl para reforçar o sistema imunitário contra infecções respiratórias (ai os infantários!) e Pantelmin para a desparatisação anual.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Este fim de semana trouxe-nos novidades

A novidade de mergulhar no mar e na piscina a 15 de Outubro:


A novidade de experimentar andar de bicicleta com o pai (delirou!!):


A novidade de estrear uma boina gira que a mãe comprou (a chupeta era dispensável mas tinha acabado de acordar da sesta):

A novidade de andar de barco, neste caso escolhemos um Moliceiro da ria de Aveiro (adorou e queria mais!):

A novidade de encontrar uma das minhas melhores amigas da escola primária aqui sem que nada o fizesse prever. Já não a via seguramente há 20 anos! Nem a reconheci, ela é que me reconheceu (o que só prova a minha teoria de que não envelheci nadinha!!). Adorei revê-la. E o hotel? Um mimo!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

E depois de Serralves... pizza!

Fomos à Pizza Hut e aproveitando que as crianças não pagam até ao final do mês de Outubro, pedimos uma pizza só para ele. Mesmo antes de chegarmos à pizzaria, foi todo o caminho a dizer que queria pizza. Nunca comeu grande coisa de pizza. Talvez um bocadinho de queijo, outro de fianbre. Mas pizza propriamente dita foi uma estreia. E gostou tanto que queria da nossa. E comeu uma fatia... depois de um belo prato de sopa de cenoura, claro está.

Em Serralves

Ontem ao final da tarde fomos passear a Serralves. Um calor impressionante para a época. 27 graus às 19h e o chão cheio de folhas secas. Não combina. Mas sabe bem. O João aprendeu o que é o Outono. Quando cheguei o Avô explicava-lhe pacientemente as folhas caídas, as bolotas, etc. Também mergulhou os braços nos imensos lagos do jardim em frente à casa de Serralves. Chapinou tudo, molhou o cabelo, encharcou a camisola. Tal e qual como ele gosta. E não faz mal, porque neste Outono estão 27 graus às 19h. Pode ser assim mais um bocadinho?

(Que me perdoe quem precisa da chuva, mas eu gosto tanto deste Outono!)

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Um filho caseiro

O João adora o laréu. Gosta dos parques todos, gosta de correr, gosta de ver tudo o que o rodeia e maravilha-se com a mais pequena coisa. Gosta dos fins de semana que passamos fora do Porto e de ver coisas diferentes. Pede imensas vezes para ir passear e adora ir com o Avô ao "Paque da Cidá" ao final da tarde.
Mas volta e meia, em pleno passeio, pede-me para ir para casa. Para o canto dele, para os brinquedos dele, para a cama do Noddy, para as músicas na televisão. Neste aspecto sai mesmo à mãezinha que adora a tranquilidade que tem em casa.

domingo, 9 de outubro de 2011

Domingo

De manhã, workshop na Casa da Música com uma amiguinha linda que substitui à última hora outro amiguinho que ficou doente. Santiago, no mês que vem não nos escapas!!
De tarde... o Dom João dorme desde as 14h30... são quase 18h. Cheira-me que hoje, em vez do passeio ao sol vamos ter sessão de brincadeira caseira.

sábado, 8 de outubro de 2011

O "Oão"...

... passou esta semana a ser "Xoão" ou mesmo "João" se não for trapalhão. E o que eu adoro ouvi-lo dizer o nome dele muito direitinho!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Coisas que ainda me surpreendem

O João surpreende-me quando sabe os caminhos para todo o lado, quando reconhece todos os sitios onde esteve e se lembra quem esteve com ele, quando todos os dias diz palavras novas ou mais bem ditas que anteriormente, quando faz uma coisa nova.

Quando saimos de casa de manhã cedo em dia de escola ele já sabe que se vamos para o lado esquerdo vamos para a creche, mas se vamos para o lado direito grita logo que vamos para casa do Avô. Neste caso nem seria muito dificil de decorar, já que é algo que fazemos diariamente. Mas ontem, passei num sitio que vai dar a casa do Avô e que nem é habitual passar por lá. Ele chamou-me imediatamente a atenção de que a casa do Avô era para aquele lado. Passou lá duas ou três vezes com o Avô. Só!
Outro exemplo. Na 4º feira iamos para a praia e fizemos um desvio pela pastelaria ao pé de casa que obrigava a virar à direita em vez de ir em frente... gritou logo: "Não! Paia! Ali!" apontando para a rua que nos levava à VCI. E nós não fomos assim tantas vezes à praia no Porto... surpreende-me mesmo! Se calhar são todos assim, mas eu acho um piadão.

Quando passamos em determinados sitios onde já estivemos ele identifica-os logo.

Sabe que na Quinta da Conceição estivemos a jogar à bola com o tio e a tia (uma vez!).
Sabe que no MarShopping costumamos comer croissants ao pequeno almoço e grita "assã" assim que o vê.
Sabe que há lá uma loja de brinquedos e pede para ir mesmo sem passar por lá.
Sabe que no Gaia Shopping há uma canja muito boa e não pára de pedir mal vê o shopping ao longe.
Sabe onde fomos ver os barcos uma vez e identifica o local muito bem.
Sabe identificar onde o pai trabalha e só lá foi duas ou três vezes.
Sabe... tudo. Tem uma memória fantástica. Absorve tudo o que o rodeia. E eu espanto-me! Acho que nunca vou deixar de me espantar.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Da praia...

Ontem precisava de fazer algumas compras para o João. Mas quando olhei pela janela desisti: vamos todos é para a praia. E foi o que de melhor fizemos. Arrisco a dizer que foi a melhor manhã de praia que tivemos este Outono... e este Verão também!

Chegamos e a praia estava vazia. Nós e mais duas ou três pessoas. Instalamo-nos e fomos para a beira da água brincar. Quando dou conta já estão o João e o pai a correr dentro de água, aos saltos nas ondas, a tropeçar e cair dentro de água. Poderia dizer que isto é normal, mas a verdade é que não é. O João, até ontem, nunca tinha achado piada ao mar. Gostava de o ver ao longe e achava piada às poças que se formam no meio das rochas em tempo de maré baixa. Agora ondas? Água fria? Não! Quando muito ao nosso colo, por pouco tempo e sem molhar mais que os pés. Ontem não! Delirou, correu, caiu, tomou uma bela banhoca. A temperatura da água ajudava porque estava mesmo muito boa (até para mim!). Foi uma manhã excelente. Será que se pode manter assim durante todo o mês de Outubro? Já agora agradecia.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Eu gosto é do Outono...

De passearmos de prancha na mão.
Saltarmos e rirmos na praia,
Nadar e apanhar um escaldão.
...

Não rima, mas é bem mais verdadeira que a original! Sejas muito bem aparecido, Veroutono!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Compras online

Cuecas do Thomas & Friends. Preciso de esquecer que as compras online existem... coisas tão giras para o João... haja dinheiro!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Constipado e com tosse

É assim que está o João. Mas não se nota, pois não?


30º em Leiria... vamos aproveitar o Verão!

sábado, 1 de outubro de 2011

Procissão dos caracóis

Aqui, perto de Leiria! Muito fora do vulgar. Ao longo do trajecto da procissão (e muito mais) estão cascas de caracóis cheias de azeite e pavios a iluminar os caminhos e a fazer desenhos. As luzinhas, como diz o João. Para comer há uma banca que vende... caracóis! Mas tem também sopas variadas, bifanas e muitos bolos. Tudo com óptimo aspecto e muito barato. O João devorou uma canja gigantesca. Caracóis não provou porque estavam um bocadinho picantes.