quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Olha o esperto!

Ontem foi de castigo para a sala dos três anos. Não fez os trabalhos que a educadora pediu. Distraia-se com os colegas de mesa. Queria brincadeira.

À noite, a conversar com ele sobre o assunto, disse-lhe que não podia deixar de fazer os trabalhos porque senão ia para sala dos três anos e ele não queria que isso acontecesse. Resposta do espertinho: "Mas eu não me importo, mamã! Lá a Rosa dá plasticina aos meninos para brincar depois de ficar escuro e na minha sala não há!"

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Tão pequeno e tão acertado 2

Noutro dia falávamos sobre parentescos familiares. Perguntou-me se eu tinha irmãos. Disse-lhe que sim, que era o tio A. Perguntou-me se o pai tinha irmãos, disse-lhe que não. Diz ele: "Também não faz mal, mamã! O papá tem muitos amigos!" E é tão verdade que os nossos amigos são os irmãos que escolhemos...

domingo, 13 de outubro de 2013

Um orgulho

Hoje fomos jantar a casa de uns amigos que têm uma menina da idade do João.
Antes de sair de casa escolhemos duas sombrinhas de chocolate, uma para cada um.
Ao chegar aos nossos amigos... ups! Estava lá mais uma menina. Começamos por pedir ao João que guardasse os chocolates porque a outra menina ia ficar triste. Acedeu.
Mas volta e meia lá se lembrava que queria ir dar o chocolate à amiguinha. Quase na hora de vir embora, e perante a insistência dele, sugeri que desse um a cada menina pois ele tinha mais em casa.
Ele pega nos chocolates e entrega uma e volta feliz para a minha beira. Prescindiu do chocolate dele. É por isso (e por muito mais) que ele é o meu orgulho!

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Dúvidas

No supermercado insistiu que queria trazer um pacote de gomas em forma de ursinhos. Avisei-o que não ia gostar (não é fã de doces, excepção feita aos chocolates). Insistiu que sim. Que quando era bebé não gostava, mas agora sim. Ia gostar. Como ele não é de pedir coisas no supermercado, trouxe com a condição de as comer mesmo que não gostasse.
Está agora sentado no banco de trás, olhos no pacote de gomas. Na dúvida se vai gostar ou não. Acho que não torna a pedir. :)

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Já estamos assim?

Estávamos a fazer uma corrida para ver quem chegava primeiro a casa: eu e o Joao por um caminho num carro, o pai por outro caminho noutro carro.
Depois de uma série de sinais vermelho sai-me um: "Tantos sinais vermelhos, João! Nunca mais vamos chegar!"
Ao que ele responde simplesmente: "Poooorra!" Ups...

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Mousse de chocolate

Ontem, no infantário estiveram a fazer mousse de chocolate para a sobremesa. Até à data nunca tinha comido. Aparentemente gostou... como eu o compreendo.

domingo, 8 de setembro de 2013

Tão pequeno e tão acertado

Mamã, porque é que o fim de semana é só duas vezes (aka dois dias)? Eu queria que fosse três vezes!

sábado, 7 de setembro de 2013

Primeira ida ao cinema

Foi hoje com o filme "Aviões". Imaginei os piores cenários: choro para entrar num local escuro, berreiro assim que começar o som alto, não ficar sossegado nem 5 minutos, falar alto durante o filme...pois nada disso aconteceu. Esteve vidrado no écran o tempo todo. Lá se mexeu na cadeira, mas tudo dentro do normal. Não sei se terá contribuído para isso o facto de termos encontrado um amigo da sala dele da escola... mas que foi um sucesso , foi.

Ora toma...

João: "Mamã, o que é aquilo?"
Pai: "Aquilo são as luzes..."
João sem o deixar acabar: "Papá, tu por acaso agora chamas-te mamã???"

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Bichinhos da seda

Esta semana moram lá em casa (na casa do avô, para ser mais correcta) uns quantos bichinhos da seda. São propriedade da sala dos três anos e correm a casa dos meninos para que tratem deles. Ontem vieram para casa sem pré aviso e acompanhados de um ramo de amoreira... mas o raio dos bichos comem que se farta.
Acabei de ser informada pelo Avô que os meus netos 8assim apelidados carinhosamente) já comeram quase as folhas todas que deveriam durar até 2ª feira. Das duas uma: ou vão morrer com uma overdose de folhas de amoreira ou vou ter que pedir reforço de mantimentos na escola.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Agenda social

Só em Maio:

Festa do dia da mãe
Festa do dia mundial da dança
Piquenique do dia da familia
Passeio de fim de ano à quinta
Dia de ginástica no parque da cidade
Festa do dia da criança

(Tive que pedir na escola que me mandassem por e-mail a lista de actividades e pedidos, ia esquecer-me de metade!)


domingo, 19 de maio de 2013

Dizeres

"Estou todo estampirado, mamã! Fartei-me de correr na escola." (transpirado)

"Não estou com os tocovelos em cima da mesa!" (cotovelos)

"Aquilo é um corpo espinho" (porco espinho)

"Deram-me rebuçagos" (rebuçados)

"Marquei um golo na galiza" (baliza)

"Vem aí o logo mau e come-te!" (lobo mau)

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Ovalha Choné


Estes são os desenhos animados favoritos do João. Do João, do Pai, do Avô e até da Mãe. E agora temos um dvd de 6 horas só com ovelha Choné... seis horas! Com o patrocínio do Avô, claro está. Ele fica completamente parado a olhar para a televisão. É apaixonado. Temos os personagens em peluche mas queriamos também em pvc... está dificil de encontrar.

E agora temos um jogo no Ipad que é uma delicia. É um jogo em que é necessário realizar uma série de tarefas com a Choné, a Shirley e o Timmy para passar ao nível seguinte. Obviamente que o João está viciado nele e já consegue (às vezes com uma ajuda) completar vários níveis. Ele diverte-se à brava e ao mesmo tempo ajuda a desenvolver o raciocínio lógico.



quarta-feira, 15 de maio de 2013

Informações cruzadas

Na sexta feira vai passar o dia a uma quinta com a escola. A versão dele é "Vou passear à quinta e comer bichinhos da seda fritos com ketchup". Obviamente que foi o amigo G. que lhe passou esta informação precisosa. Espero que não se desiluda quando vir que o almoço vai ser esparguete à bolonhesa...

terça-feira, 14 de maio de 2013

Meiguices

Acho que não conheço míudo mais meigo com as outras crianças do que o meu. Podia dizer que era a minha veia de mãe galinha a falar, mas a verdade é que não é. Foi o que mais ouvi dos adultos ontem no primeiro aniversário da prima bebé. Deu-lhe beijos, abraços, festinhas, ajudava-a a brincar, a (tentar) andar. E não é só com ela. Mesmo com meninos da idade dele ou maiores (não muito maiores, senão vem a cima o factor vergonha) partilha os brinquedos, dá-lhes beijos, faz festinhas, enfim. E isso deixa-me orgulhosa dele, muito orgulhosa. Mas receosa, porque nem todos são como ele... há meninos que não partilham, que são mauzinhos com os mais pequenos... e ele mais dia menos dia desilude-se. É a vida...

(E o cuidado que ele tem para não dar beijinhos na boca às meninas? Estica-se todo para conseguir chegar-lhes às bochechas, mesmo quando elas espetam os lábios para ele lhes dar uma beijoca)

segunda-feira, 13 de maio de 2013

O que fazer...

Quando o nosso filho de 3 anos vê um cão e em jeito de imitação senta-se no chão, levanta a pata perna até à orelha e a coça com a mesma? Precious... qualquer dia alguém chama a protecção de menores.

quarta-feira, 13 de março de 2013

A caminho da escola

Enquanto caminhavamos na alameda que há à entrada da escola, o pai oferecia-se para segurar no livro que ele levava para ele poder dar-lhe a mão: "Não papá, não quero. Não gosto de ti.  A mamã é que dá a mão." Começa então o pai: "Então está bem... não te trago mais à escola. E não monto mais a pista dos carros para brincarmos... e não há colinho... e..." Rapidamente passou o livro ao pai e disse-lhe que gostava muito dele. Impostor. Traidor! :-)

Leitor de dvd

Não sei com quem aprendeu, mas cada vez que vai buscar um dvd para colocar no leitor esfrega-o na camisola para o limpar. Pequeno pormenor: às vezes está de camisa e não me parece que os botões tenham uma boa acção sobre os dvds. :-)

segunda-feira, 11 de março de 2013

Coisas de gerações

O João já é de uma outra era de tecnologia. Nós, a minha geração, crescemos com o spectrum, com o pc gigante, com as disquetes, o rato... O João não. O João passa o dedo no monitor do nosso pc portátil na esperança que aquilo faça o que ele quer. Ele é de facto de uma nova geração. Da geração dos tablets, dos androids, dos telemoveis que fazem tudo só com um dedo.

domingo, 3 de março de 2013

Dos jogos

A alegria dele ao esconder um objecto em casa e pedir-nos para o procurar enquanto grita QUENTE! FRIOOO! E adora o contrário também.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Puzzles e afins

O João adora puzzles. Faz um puzzle de 25 ou 30 peças num piscar de olhos. Mesmo que seja a primeira vez que o está a fazer. Ontem estava com o pai a fazer dois puzzles, um cada um. Queriam ver quem acabava  o puzzle mais depressa. Pois... o pai distraiu-se achando que tinha tempo e ganhou o João.

(Gostava de tornar a coisa um bocadinho mais dificil, mas parece-me que é cedo demais para 48 peças.)

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Eu estou bem

Depois de entrar no carro de forma apressada, de cair de cabeça entre os bancos e de se levantar, exclama um sonoro: "Eu estou bem!"

sábado, 26 de janeiro de 2013

Serralves

O João adora ir a Serralves. Meter as mãos nos lagos centrais, passear nos grandes corredores do museu e descobrir o que há por lá. Ver os patos no lago e os outros animais no prado. Trepar a troncos e pedras, apanhar ouriços, folhas, castanhas, bolotas, tudo. Participar no Serralves em Festa, na Festa do Outono, ou simplesmente passar um fim de tarde por lá.

Noutro dia foi lá com a escola. Estava todo entusiasmado porque ia mostrar aos amigos as coisas que havia para ver em Serralves. Quando voltou perguntei-lhe como correu: "Não pude mostrar aos meus amigos nem o lago dos patos! Não pudemos ver nada... " Gostou, mas o que ele queria era partilhar com os outros aquilo que ele tão bem conhecia. :-)

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Mais um susto

Ontem toca o telefone à hora de almoço. No visor o número da escola. Ao final do dia e em dias em que está constipado, isso significa febre. Menos mal. Mas a meio do dia? Isso significa coração aos pulos.

Uma coleguinha trilhou-lhe um dedo. Na porta do quarto de banho. O dedo mindinho ficou mesmo espalmado, soube hoje. Puseram gelo? Sim. Mas mexe bem, não há necessidade de ir ao hospital. Foi sem querer. Nem sei como aconteceu. São coisas que acontecem, disse eu, mas vou pedir ao avô que o vá buscar para ter muito mimo de tarde (e para que alguém dos meus veja com os próprios olhos, mas isso não disse).

Não parecia muito mau. Um pouco inchado, mas ele mexia de facto o dedo. À cautela marquei para o pediatra e aproveitei para fazer a consulta dos três anos e meio (isso existe? Nem sei bem!). O pediatra assugurou que é muito dificil partir um dedo com um entalar numa porta, mas como estava um pouco inchado era melhor fazer um raio-x. Se fosse meu neto faria, disse ele. Então vamos fazer. Não estava partido. Mas tirou duas "fotografias" que ficaram para recordação. E que bem que se portou.

Hoje de manhã lá foi ele para a escola, de dedo esticado, com um penso do Pocoyo enrolado no dedo. Não faz falta nenhuma, mas assim vê-se melhor. Para que não lhe entalem outro hoje. :-)

PS: e continuamos a ter um menino muito crescido (103cm) mas um peso pluma (16,4 kg). Está óptimo!

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Autonomia

Desde há bastante tempo que o João é autónomo para fazer utilizar o quarto de banho. No entanto gostava sempre da nossa companhia e/ou ajuda ou pelo menos de nos comunicar que precisava de ir ao quarto de banho. Desde há uns 15 dias que já não nos comunica nada. Vemo-lo levantar, ir até ao quarto de banho, levantar a tampa da sanita e fazer o seu xixi. É nestas pequenas coisas que vemos que eles crescem todos os dias.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Quando eu era pequenino

O João é, aparentemente, muito crescido. Passa os dias a relembrar outros dias de quando era pequenino.

"Quando eu era pequenino e tinha zero anos não tinha dentes. Quando eu era pequenino e tinha um ano ainda usava chupeta. Quando eu era pequenino e tinha dois anos estava na escola da Vera. Quando eu era pequenino e tinha..."

Acho deliciosa esta história dele achar que já não é pequenino.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

O João é um menino fácil

É fácil de convencer a fazer o que queremos (embora seja teimosinho). É, regra geral, bem comportado e educado. Mas não é rapaz de dar beijos a terceiros a nosso pedido, lá isso não é. É timido e não é menino de sorriso aberto para quem não conhece, mas é capaz de fazer a cara mais deliciosa de provocação assim como quem diz "Eu estou a fazer de conta que tenho vergonha mas estou a adorar que te metas comigo". Não risca nas paredes, não parte coisas, nem diz asneiras (ainda?). Pede autorização quando quer abrir um brinquedo novo ou brincar com alguma coisa que lhe esteja interdita (mesmo que esteja ao alcance dele). Gosta da escola e dos amigos. Não gosta muito de novidades radicais nem de sítios diferentes, prefere as rotinas dele. Brinca muito mas deviamos ter mais tempo para brincar ainda mais com ele. Adora o parque infantil, jogar à bola e o ar livre no geral. Gosta de ir dormir ao hotel (seja ele qual for). Não gosta muito de ser elogiado, fica algo envergonhado. É muito, muito sensivel embora nem todos se apercebam. É muito cautelososo. Adora carros, comboios, aviões, pistas. Não gosta de motas: só ao longe porque fazem muito barulho. Começa as conversas com "Sabes mamã, ..." e termina muitas vezes com "...é, pois é mamã?" Gosta de cães e gatos, mas tem medo quando se aproximam demasiado. Gosta de ajudar em tudo: cozinhar, varrer, meter a louça na máquina. E eu aproveito. Nunca quer tomar banho, mas depois de lá estar nunca quer sair. Adora puzzles e livros. E a Ovelha Choné, o Chuggington, o Uki, o Thomas, o Mickey, o Timmy, os Little Einsteins, o Bob o Contrutor, etc. Detesta os Gormitis e alguns desenhos animados onde aparece o lobo mau (ou outro personagem mau). Chora que nem um desalmado quando vê algo do género. Está a passar o segundo Outono e Inverno sem maleitas (shhhhh, não comemoremos antes do tempo). Vai à casa de banho sózinho. Não se veste sózinho por preguiça  (comodidade) dos pais, mas temos que resolver isso. O mesmo vale para o leite por biberão. Cada vez que apanha uma chupeta esquecida num canto (tinha tantas!) deita-a no caixote do lixo. Já não as usa há mais de um ano. Adora brincar na praia. E passear. Voltou a usar fralda à noite depois de a ter deixado uns meses largos sem descuidos. Passa a vida a dizer "Quando eu tiver 100 anos vou fazer..." e também que quando ele for crescido nós vamos ficar bebés. Ou a recordar tempos de quando era pequenino. Adora ver fotografias. E ouvir música. Fala muito e bem. Muito explicadinho. Televisão, dvd e box não têm segredos para ele. O telemóvel também não. E começa, com a nossa presença, a mexer no computador. Adora escrever no pc os nossos nomes (ditando-lhe as letras, claro), os números, etc. Tem diálogos iguais aos que vê nos desenhos animados e está em plena época do faz de conta. "É a fingir, mamã." diz ele amiúde. A palavra da ordem é o não. Partilha muito bem as coisas dele com as outras crianças. Incentiva-as a brincar com os brinquedos dele. Não compreende quando os outros meninos não são assim. Dá beijos quentinhos e abraços grandes. É lindo. E faz hoje três anos e meio.

Piquenique

Há algum tempo que o João nos pede para fazer um piquenique. O tempo não tem ajudado e por isso estamos sempre a dizer que um dia o fazemos.
Ontem foi o dia! Montamos o piquenique no tapete da sala com tudo o que tinhamos direito... só as formigas não foram convidadas. E ele adorou.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Curtas ainda do Natal

- Quando viu duas prendas debaixo da nossa árvore de Natal disse logo que só uma era para ele. "A deve ser para a Matilde, porque o Pai Natal só pode trazer uma prenda a cada menino" (senão os outros meninos ficam sem prendas)

- Quando o avô paterno lhe deu uma nota verdinha pegou nela e entregou-ma dizendo: "Toma mamã, toma para ires ao Continente comprar ervilhas pequeninas para mim." (ervilhas pequeninas são lentilhas e ele adora)

- Assim que o Pai Natal entrou em casa dos nossos primos desatou num berreiro. Nem se quis aproximar. Depois de uma primeira prenda aceite a custo, já aceitou bem a segunda e à terceira até se despediu com um beijo.

- Continua a preferir o meu presépio ao presépio todo giro (e inquebrável) que lhe comprei da Playmobil.

- Ficou mal habituado aos fins de semana grandes em casa... e eu também.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

O João e o circo

O João estranha muitos sítios. Em especial se forem escuros e tiverem música alta ou outros sons altos. Estranha os espectáculos na Casa da Música, estranhou o recinto da Festa de Natal (e no ano anterior, e no outro, e no outro), etc. E assim que nos ouviu falar em circo dediciu que não gostava e que não queria ir. Mas fomos, que estas coisas têm que ser ultrapassadas.

Depois de um susto incial quando o apresentador grita (literalmente) aos nossos ouvidos "SENHORAS E SENHORES, MENINAS E MENINOS!", foi muito giro vê-lo descolar do meu colo e prestar imensa atenção a trapezistas, malabaristas, animais, palhaços, etc. Acho que não percebeu metade das piadas dos palhaços, mas riu-se às gargalhadas com as asneirolas que eles faziam. O único que lhe passou completamente ao lado foi o espectáculo de magia, não ligou nenhuma.

No final, depois de insistir que não tinha gostado (Pois,pois! Teimosinho... a quem sairá?) ainda teve tempo para dar uma volta no amigo do Faísca nos carroceis estratégicamente montados à porta do circo. Para o ano há mais!

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

sábado, 22 de dezembro de 2012

Como disse?

Ontem tivemos grandes revelações. O João contou-nos, com alguma imodéstia, que é o mais rápido a jogar à bola. E que os mais rápidos eram os do Benfica, logo ele era do Benfica.
Aí o pai começou a ficar azul.
Continuou dizendo que quer umas calças curtas e uma camisola vermelha e branca com um numero e o nome dele.
Mas há outras opções, dizia eu. Azul e branco. Verde e branco. Não, insistia ele. Tinha que ser vermelho e branco.
O pai já estava roxo. E decidiu que ia já hoje comprar uma camisola à loja do FCPorto.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Se dúvidas houvesse tinha-as tirado na hora!


Ontem fomos levar um desenho e umas bolachas à educadora da escola onde o João andou até completar 3 anos. Ela não sabia que iamos e quem lhe pediu para vir à porta não sabia quem eramos (devia ser nova na escola).

Assim que assomou à porta teve um ataque de choro e agarrou-se ao João. "Que saudades eu tinha do meu menino!", repetia ela. E chorava de felicidade por o ver. Ela e eu por ver o carinho que ela tem pelo João.

Esteve ou não muito bem entregue durante os primeiros anos de vida?

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

A ameaça

A ameaça mais ouvida lá em casa nos últimos dias é:

"Se não tomas o café todo não vais ter presentes do Pai Natal!"

"Se não me deixas ver o Chugginton não vais ter presentes do Pai Natal!"

"Se não... não vais ter presentes do Pai Natal!"

Escusado será dizer que a ameaça é feita em sentido contrário ao natural: é mesmo o João que ameaça pais, avós, tios, etc. Deve ser o que ouve na escola, nós em casa nem usamos muito esta estratégia... senão o que fazer depois da chegada do Pai Natal? Ameaçar já para o ano? :-)

Em compensação sabe que o Pai Natal só pode trazer uma prenda. "Se o Pai Natal trouxer muitas prendas para mim, então os meus amigos da escola ficam sem prendas e não pode ser, pois não?" Mais uma vez aprendido na escola e muito bem. A ver se me lembro disto na distribuição de prendas... vai ser dificil resistir.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Nas sábias palavras do João

 "Está a FICAR Natal".

Ontem fizemos o pinheiro de Natal com a sua ajuda. Temos um presépio em peluche de pendurar no pinheiro e, por algum motivo que me ultrapassa, o João pendurou o Gaspar mesmo lá atrás virado para a parede... já perceberá ele alguma coisa de politica?

Estivemos a brincar com o presépio a sério e a ensinar-lhe o nome de todas os intervenientes (a vaca e o burro ainda incluídos). Preciso com urgência de lhe comprar um presépio só para ele, caso contrário o nosso não sei se chega ao Natal. Acho que vai ser um da Playmobil caro que só ele... :(

Já fomos advertidos pelo mais pequeno que se não nos portarmos bem e não comermos a sopa toda, o Pai Natal não nos traz presentes. Pois, pois. O Gaspar trata disso para Janeiro.

Queria começar ontem a comer os chocolates do calendário do advento... e como lhe explicamos que só começa no dia 1?

(E desde que começou a escola só tivemos uma constipação ligeira sem febre bem nada... mas é melhor escrever isto em letras pequeninas para não se lembrarem...)

terça-feira, 6 de novembro de 2012

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Da nossa fragilidade

Há uns dois meses o João teve uma dor de cabeça súbita e paassageira. Súbita porque apareceu em força, tipo fisgada. Passageira porque durou apenas alguns segundos. Passado uma semana aconteceu a mesma coisa. Preocupou-me um pouco, mas atribuí à praia e piscina... quem sabe ouvidos, frio, qualquer coisa do género. Estavamos de férias. Ficariamos atentos. Não voltou a acontecer.

Mas na última semana de Setembro voltou a acontecer. Era a terceira vez que acontecia e não havia praia ou piscina ou frio. Antecipei a consulta no pediatra. Saímos de lá com a (in)segurança de que não devia ser nada, mas tratando-se de dores de cabeça não há como arriscar, diz o Dr. P.: vamos fazer uma ressonância magnética cerebral.

Esse foi o primeiro drama: ressonância nesta idade implica anestesia. Sedação se lhe quiserem chamar. Não fiquei nada confortavel com a situação. O pediatra garantiu-me que não tinha com o que me preocupar, era uma anestesia ligeira. Mas... Depois havia a obrigatoriedade de jejum. E só consegui marcar para as 19h. O que fazer quando ele pedir o lanche? Ou quando pedir água que habitualmente bebe toda a tarde (muita água ele bebe!).

No fundo não correu mal. O avô adormeceu-o e dormiu toda a tarde! Menos um problema. Houve um atraso de meia hora, tiveram o cuidado de me avisar uma vez que ele estava em jejum e tinha que continuar. Mas se tivesse que repetir não o voltaria a fazer na clinica onde fiz. A anestesista foi eficaz mas nada atenciosa ou simpática, como se espera que seja para pessoas que estão em stress (crianças!!!). Queria inclusivé que assinasse um documento em como recebi as informações todas necessárias e autorizava a anestesia... quando não recebi nenhuma informação e depois dele já estar anestesiado! Acordou choroso como é normal mas sem qualquer efeito secundário. Assim que se viu no meu colo estava molengo mas a resmungar com a anestesista que queria perceber se ele reagia aos estimulos e podia vir embora. Nem recobro foi preciso.

No final de contas o João nem deu conta do que se passou e à hora de jantar estava animado e a comer como um leão (recomendavam refeiçõs ligeiras, mas o rapaz tinha fome... o que fazer??)

Depois veio a espera pelo resultado. Só podia estar tudo bem. Ele não tem qualquer atraso de ordem nenhuma. Não se desiquilibra facilmente. Não fica estático e sem reacção. Não teve convulsões. Não tem atitudes estranhas. Não tem nada fora do normal. Mas e se nós não vemos? E se ainda é um problema no início? E se... tudo passa pela cabeça.

O resultado chegou hoje. E estava tudo normal. E aí sim, sosseguei. Quinta feira vamos sossegar também o pediatra e descobrir porque é que o raio dos seios nasais estavam inflamados, que foi a única coisa para que chamaram a atenção (querem ver que vem aí uma sinusite?).

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Quase quase a adormecer

Disse-me ontem com orgulho indisfarçavel: "Mamã, hoje usei tesoura na escola!"

domingo, 30 de setembro de 2012

E hoje...

Descobriu a Nutela. Comida de dedo esticado directamente do frasco. Quem é que não gostava de doces, quem era?

...

Quero um colinho mamã!
Para que João?
Para me sentir melhor.

(Mesmo sendo manha, quem consegue resistir?)

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Bom dia!

Ontem acordou muito bem disposto, a cantar e tudo!

Disse-lhe "Bom dia meu Einstein" e ele responde-me "Bom dia Princesa!".

Não é preciso dizer mais nada, pois não? Litros de baba!

terça-feira, 18 de setembro de 2012

No shopping

Qual é a loja preferida do João? Podia ser o Toys r Us (e ele gosta!)... podia ser a Brinca (e ele também gosta!)... mas não. A loja do shopping onde temos obrigatoriamente que ir é a Fnac. Não sai nada à mãezinha.

sábado, 15 de setembro de 2012

Da escola 3

Está perfeitamente integrado e a adorar. O imenso espaço ao ar livre que a escola tem ajudou muito, tenho a certeza. Mas as pessoas também, claro.

Depois da primeira semana em que ficava lavado em lágrimas e tinha que ser arrancado do meu colo, na segunda semana ficou com um grande sorriso em cada dia. E desde aí que fica assim, feliz. Dá-me um beijo e vira costas para ir dar um beijo à educadora, a (B)Isabel (como ele lhe chama).

Sabe o nome de todos os meninos, sabe que alguns ainda estão tristes porque tem saudades dos pais, mas ele não fica porque o papá e a mamã vão trabalhar e à tarde o avô vai buscá-lo. Sabe que vai almoçar a um refeitório (já ia na outra escola, mas enfim) e que o quarto de banho é dos meninos grandes, não há cá fraldas. Sabe exactamente o cabide onde ele (e cada um dos outros) deve pôr a mochila, mesmo ainda não tendo a fotografia deles. Distribui beijos às educadoras e auxiliares quando chega e quando o avô o vai buscar.

Tive os maiores elogios por parte da educadora e auxiliar que me deixam afogada em baba até hoje: que era muito bem educado, muito carinhoso, muito sociável, nada conflituoso, muito autónomo, comia muito bem... só dormir a sesta é que não é o forte dele. E em casa é a mesma coisa: dorme muito bem de noite, para dormir a sesta é uma verdadeira perda de tempo para ele. Obviamente que fiz questão de partilhar estes elogios com as educadoras da outra escola, que o facto dele ser assim é também obra delas.

Estamos felizes, e isso é que interessa!

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Da escola 2

Hoje deixei um menino à força e lavado em lágrimas... queria ir trabalhar comigo. Nada o convenceu a ficar. Por isso teve que ficar no colo da educadora em lágrimas. Não percebo, ele até estava animado ao entrar. Talvez tenha sido o compasso de espera enquanto compravamos as t-shirts, batas e chapéu. Viu-me tanto tempo por ali que achou que eu ia ficar... amanhã será diferente.

Da escola

Ontem ficou feliz e contente na escola nova! Vamos ver como corre hoje...

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Primeiro dia na nova escola

Bem ou mal sobreviveu. Não conta muito sobre o que viu, brincou ou comeu, mas não me parece que tenha detestado. Hoje chorou quando o deixei. É normal, adorava as educadoras da outra escola. Amanhã à hora de o deixar na escola é que vou ver realmente como correu hoje.

sábado, 1 de setembro de 2012

Não sei a quem ele sai

Estavamos numa mesa de amigos e o João era a única criança. Todos a comer bolo de chocolate ou de outros sabores... e o que é que o João come? Os morangos que enfeitam as fatias de bolo. E reclama sempre que um bocadinho de bolo vai agarrado a um morango. :-)

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Oh minha mamã!

Esta é a nova forma de me chamar: "Oh minhã mamã, dás-me uma bolacha?". E eu acho um piadão!

domingo, 26 de agosto de 2012

Coisas deste verão

A praia já não tem mistérios: mexe na areia seca ou molhada sem problemas, gosta de saltar nas ondas com muito respeitinho pelo mar, adora poças (piscinas como ele lhe chama) onde possa chapinar e as bolas de berlim são obrigatórias.

Na piscina pede sempre "as minhas bóias", corre toda a zona com pé e "nada" onde não tem. Andar de barco de borracha é uma diversão para ele. É um verdadeiro peixinho.

Detesta pôr protector solar mas não prescinde do chapeu: "Tenho frio na minha cabeça" disse noutro dia quando lho tirei para uma foto.

Fala que se farta e está em plena fase do faz de conta ("É a fingir mamã, não comas a sério" ou " Vou-te dar uma prenda... sabes o que é? Uma cozinha das Princesas!"

sábado, 25 de agosto de 2012

E chegaram os terrible three!

Teimosinho, este miudo! Ainda mais teimoso que a mãe...

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

"À meia noite...

... noite escura, vou ver televisão pelo buraco da fechadura!!!"

Canta o João a plenos pulmões. Já está contagiado com a febre dos já antiguinhos "Queijinhos Frescos". Adora esta, a Marcha dos Queijinhos, o Onde Tás ó Zéi e, claro, o João (que quer ser cowboy ou super herói). E eu acho um piadão que ele ouça as músicas que eu ouvi há 25 anos.

terça-feira, 31 de julho de 2012

Último dia de creche

Hoje é o último dia do João na creche onde anda desde os 6 meses de vida. A Vera e a Vânia vão deixar-lhe muitas saudades. Noutro dia, em plena festa de aniversário da escola, o João gritou um "Eu adoro a Vânia!" bem sentido. Acho que até da Ana, a cozinheira, ele vai ter saudades.

Hoje, ao contrário do que é costume, fui eu levá-lo à creche. Confesso que tive que sair rapidamente e sem grande despedidas da V. Não queria que o João se apercebesse de quanto me custa mudá-lo de creche. Não pela creche em si porque para onde ele vai vai estar muito melhor: a creche é maior, mais bem equipada, com espaços exteriores enormes, com pessoas que me foram bem recomendadas pelas educadoras actuais, etc. Mas custa-me pelas pessoas que tão bem o acolheram e trataram estes dois anos e meio. Foi com elas que ele passou a maior parte da sua existência... Pode ser que ele se adapte melhor que eu! :Assim espero, pelo menos.

Hoje fui-lhe explicando que era o último dia que ia para a escola, que ia levar umas bolachas para comer com os amigos a meio da manhã para celebrar. Não lhe falei na nova escola, falei-lhe apenas nas férias e nos passeios primeiro com o Avô, depois com os Pais. No final das férias logo o preparo para a nova escola. Já lá fomos várias vezes e ele sabe que vai para a escola dos meninos crescidos (foi o pretexto que arranjei). Não tem é noção de quando vai ou de que isso implica não ir para a creche habitual. Acho eu. No entanto fomos lá a semana passada e ele até queria entrar para as salas e ficar a brincar com os meninos. Pode ser que a adaptação seja fácil. Oxalá...

domingo, 29 de julho de 2012

Na praia

Hoje, apesar da cara feia ao sairmos de casa, esteve uma manhã excelente de praia. Tão boa que por volta do meio dia, hora de vir embora, o João senta-se debaixo do guarda sol, pede-nos para nos sentamos com ele à sombra e diz "E agora vamos comer uma sopinha e um arrozinho com carne". Mesmo eu dizendo que estavamos na praia e que só tinha bolachas e água, ele insistia que queria comer uma sopinha à sombra do guarda sol. Muitos outros meninos pedem guloseimas, ele pede sopinha e arroz com carne... :-)

sábado, 28 de julho de 2012

Gargalhadas

O João adora ver desenhos animados. Adora brincar, adora correr, mas também adora ver desenhos animados. Há muito tempo que os vê e comenta ao mesmo tempo, mas ontem à noite pela primeira vez ouvi-o rir às gargalhadas com uns desenhos animados. E uns bem insossos por sinal. Estes: Oswald. Mas fica tão lindo!

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Dos seus dizeres

"João, a mamã é uma boa cozinheira ?"  pergunta o pai.
"Não papá, a mamã não é cozinheira porque não tem chapéu. As cozinheiras como a Ana (da creche) usam sempre chapéu!"

quinta-feira, 26 de julho de 2012

As festas de aniversário foram um sucesso!

Adorou a festinha do Mickey em casa do Avô com os amiguinhos pequenos e crescidos. Montamos uma festa como deve ser com piscina de bolas, insuflavel do Mickey, casinha, carrinhos e triciclos de todos os feitios, com o tão desejado (e lindo e saboroso) bolo do Mickey... enfim, um verdadeiro sucesso! Espero que os amiguinhos tenham gostado da festa tanto quanto o João. Ainda hoje de manhã me dizia que queria outra festa em casa do Avô com os amigos. :-)













Na escola também correu muito bem, embora tenha sido uma festa mais pequenina. Mas houve balões e bandeirinhas do Faísca, bolo com o Faísca e todos os carros amigos do Faísca (todos!!!), sumos para os meninos e um dvd lindo com os desenhos animados preferidos do João para cada um dos meninos (cortesia do Avô).




domingo, 22 de julho de 2012

3 anos hoje!!

Parabéns meu príncipe!

sábado, 14 de julho de 2012

Para a minha festa (1)

"Eu quero sopinha. E massa com carne. E uma garrafa com sumo e água. E um bolo do Pocoyo. Não do Mickey. E azeitonas."

(em modo decrescente para os 3 anos)

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Baralhações

Sentados à mesa: eu, o Pai, o Avô, a Bisavó e o João. Eu falo para o meu pai e para a minha avó: "Pai! Avó! Vocês querem mais arroz?"
E diz o João muito depressa: "Mamã! Não é assim! Aquele senhor não é o Pai, é o Avô. E a menina sentada ao pé do Avô não é a Avó, é a Bisa!"
Está um bocadinho baralhado!

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Receios

Uma vez que é semana de praia na escola, o João, ainda adoentado, tem ficado em casa do Avô.

Hoje de manhã no caminho para o Avô:
"Mamã, tu vais comigo para casa do Avô?"
"Não amor, a mamã vai trabalhar"
"Mas tu voltas mamã"
"Claro que sim, a mamã volta todos os dias para te vir buscar! Sempre!"
E apeteceu-me inmediatamente ficar com ele em casa do Avô.

terça-feira, 3 de julho de 2012

Primeira amigdalite a sério

Ontem fomos ao Dr. P. Fomos à consulta dos 3 anos mas também porque no dia anterior o João tinha tido febre e queixava-se de "dores na boca". O meu diagnóstico estava feito e o Dr. P. confirmou-o. Lá decidimos pela injecção de penincilina já que ele odeia tomar xaropes e, por mais que me esforce, nunca há a garantia de que ele tomou a dose direitinha (cospe, vomita, etc).

Tirando isso está
- um espertalhaço,
- crescido (98cm),
- sobre o magro (14,8kg - emagreceu desde a última consulta o que não é de estranhar porque só no último mês esteve 3 vezes doente),
- falador
- odeia tirar a camisola em público (mas tira as calças e as cuecas na boa)
- tem uma memória incrivel

sábado, 30 de junho de 2012

Indiamtamente

"João, está na hora do banho."
"Não mamã, eu não vou tomar banho. Tu é que vai tomar banhinho. INDIATAMENTE"

Ao que nós chegamos... :-)

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Bolo das Princesas

Ontem foi o meu aniversário... se fosse escolhida pelo João a minha prenda seria uma cozinha das princesas para fazer sopinha e massinha boa para o João. E depois ele comprava uma cozinha do Panda para ele para fazer sopinha e massinha boa para a mamã. Ainda assim tive direito a um bolo das Princesas para o príncipe de lá de casa ajudar a apagar as velas. "Porque tu és uma menina mamã e as meninas gostam das Princesas."

segunda-feira, 25 de junho de 2012

S. João

A nossa noitada de S. João foi excelente. Passada em casa de uns amigos com muitos meninos da idade do João e não só (como é possivel que o P já vá para a escola primária??). O João todos os dias me pede para ir novamente a casa do R brincar com os meninos. E quando eu digo que não podemos ir porque ele não está em casa, o João agarra-me na cara com as duas mãos, põe a cara dele bem junto à minha e diz" Está, está, mamã. Tu é que não sabes. Percebeste?". :-)

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Tem razão...

Enquanto eu tentava arrefecer um prato de canja: "Mamã! Não mexas tanto a canja que ela assim fica tonta!"

quarta-feira, 13 de junho de 2012

A areia

Ainda não tolerava areia nas mãos. É esquisito, detesta ter as mãos sujas. E areia nas mãos é ter mãos sujas. Vá lá que nos pés não se importa (muito).
Hoje, depois de muitos castelos, estrelas, coelhos e conchas feitas por nós com o balde e formas, dou por ele tranquilamente a pegar em areia e deixar escorrer pelas mãos. Não me admira se amanhã se recusar outra vez... lá chegará o tempo dele se rebolar feito croquete.

Primeiro amigo de verão

Ontem, em terras algarvias, o João fez amizade com o Salvador. O Salvador tem seis anos (quase sete, diz ele) e é muito simpático. Apesar de um ter menos de metade da idade do outro, entendiam-se muito bem e subiram e desceram o escorrega um milhar de vezes: ora juntos, ora separados, ora um a fazer de tunel para o outro... E tudo é mais simples aos três anos!

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Fim de semana non stop

Sábado 4 a.m.: João começa a vomitar sem conseguir parar. Às 6h desistimos de voltar a adormecer e fomos para a sala ver desenhos animados. Deixou de vomitar por volta das 9h30. Às 11h deitamo-lo e dormiu ferrado até às 16h. Quando acordou declarou à Humanidade: "O João já tá bom!". E aparentemente estava. Lanchou três bolachas Maria e água. Jantou canja e rapinou umas batatas fritas do nosso prato. E nada lhe fez mal.

Domingo vingamo-nos do sábado passado em casa. Deu para passar a manhã e o principio da tarde em Serralves. Divertimo-nos com o Mono e outras coisas que lá havia...sendo que os lagos centrais são sempre o momento alto: mergulhar as mãos lá dentro é o evento preferido do João. Dormimos a sesta e a pedido (insistente) do João ainda fomos à praia no final do dia. E que bem que se estava na praia às 19h.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

No dia da criança

Às 7h da manhã do Dia da Criança estava eu a fritar panados, a pedido da escola, para o pic nic que os meninos vão fazer... sono... muito sono... mas tudo por este sorriso lindo!

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Pérolas do João

Pérolas do João:

 - Acha que sabe dizer as horas
       "São 6 horas mamã!" (e na realidade é meio dia)
       "O metro vai passar... só demora 6 minutos!" (sabe lá ele o que são seis minutos!)

- É um gosto mostrar-lhe ou dar-lhe seja o que for
      "Uaaaau mamã! Que giro!" (faz concorrência à amiga Olga!)
      "Óptimo mamã!"

- Aprendidas na escola:
     "Bela coxa!!!" (enquanto nos dá uma palmada na perna sem roupa)
     "Rock 'n Roll!!!"

terça-feira, 15 de maio de 2012

Curtas sobre um fim de semana na serra

Estavam 31º que mais pareciam 40º.
Havia alguma neve na Torre e deu para brincar um pouco.
Descobrimos um parque infantil "alternativo" em Seia que fez as delícias do mais pequeno lá de casa.
O João provou e adorou carapaus de escabeche, caracois e leitão à Bairrada.
Vimos algumas cegonhas e o João achou um piadão. Vai adorar quando as vir em quantidade no Alentejo.
E é isto! :-)


domingo, 6 de maio de 2012

Xau boneca! Xau fofinha!

Foi assim que se despediu da amiga M. esta tarde. Dois anos e sabe-a toda!

(Es)Pera aí, mamã!

É, sem dúvida, a frase do momento. Resume a frase: eu não vou fazer o que me pedes, mas se eu te pedir para esperar com muito jeitinho pode ser que te esqueças e eu continue para aqui a brincar.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

De facto há diferenças

Por mais que ele tenha um microondas, um conjunto de loiças, uma vassoura e até uma Kitty pequenina, quando estamos a desenhar eu faço sempre uma casa, com flores, árvores, flores, sol... e ele faz sempre um carro.

Ao que chegamos...

João sentado na sanita grita para o pai que está no quarto ao lado: "Papá!!! Quero o jornal!!!"

terça-feira, 24 de abril de 2012

Cartas sobre uma semana de férias

1. Caro São pedro, vamos lá combinar que não precisamos de calor. Até pode estar um bocadinho de frio, se tiver que ser. Mas chuva é que não, São Pedro! Como levamos o catraio ao parque infantil ou ao Jardim Zoológico se chover? Não queremos faltar às promessas que lhe fizemos... dás uma ajuda? Obrigadinha!

2. Caro filho, agradecemos que a tosse que começa a despontar em ti desde domingo e que foi foi prontamente atacada pare imediatamente! Que história é essa de arranjar tosses ou viroses sempre que vamos de férias ou de fim de semana para fora? Já chega, não? Os pais agradecem a gentileza.

E a que faltava...

"Mamã, esqueci-me da pista de motas! Vou pedir ao papá para comprar na loja dos brinquedos."

domingo, 22 de abril de 2012

Quero...

"Quero uma pista de comboios, uma pista de eléctricos e uma pista do metro. E quero uma pista de carros. Do Faísca, pode ser do Faísca. E também quero uma pista dos pista dos piratas. Tá bem?"

João Diogo, 2 anos e muitos meses,  assim sem tirar nem pôr.

Nota-se alguma obcessão?

sábado, 21 de abril de 2012

"Mamã, tive uma ideia!"

João, dois anos (a caminho dos três)

sexta-feira, 20 de abril de 2012

"Mamã, estás linda!"

Digam lá se há melhor maneira de sair de casa de manhã? Claro que não!

quinta-feira, 19 de abril de 2012

"O João está a portar bem, pois está?"

Não sei o que conversaram hoje na escola, mas o João vinha um doce. Não houve atrasos para entrar no banho, comeu a sopa à primeira chamada, sentou à mesa quando pedimos, etc. Ele não faz birras gratuitas, acontecem essencialmente quando tem sono ou está bastante cansado. Mas arrasta-se para fazer o que pedimos. Tem sempre mais 5 minutos para brincar, ver televisão ou fazer outra coisa qualquer.
Hoje estava tão obediente que até estranhei... deve ter sido das marcas que trazia na testa. Foi na cama, segundo ele. A educadora confirma. Mas ainda não percebi como é que ele me aparece em casa com 6 ou 7 pintas negras. Não, não são nódoas negras. São mesmo pintas negras perfeitamente alinhadas na testa (4 em baixo e 3 mais em cima). Por mais que pense não imagino como as terá feito. O pai ficou de investigar melhor de manhã.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Sempre a surpreender...

Noutro dia passava na televisão uma imagem do género desta:

(esta já é antiga, é só um exemplo)

Olha para a televisão e diz: "Olha! Sapatos!" Não percebi o que é que ele queria dizer. Perguntei o que era e ele voltou a dizer o mesmo. E insistiu duas ou três vezes até que eu percebesse. Até que ele se levanta, vai até à televisão apontar e diz: "Igual aos sapatos do João". Só aí percebi que se referia ao simbolo da Nike... mãe lenta...

terça-feira, 17 de abril de 2012

Primeira noite sem chupeta

Ontem de manhã resolvi guardar todas as chupetas da casa. Se ele não as visse não se lembraria delas... assim eu esperava.

Não se lembrou até se deitar. Aí pediu-a ao pai. O pai disse-lhe que não havia. E ele deitou-se. Ao contrário do esperado, adormeceu rápido sem ela. Dormiu a noite toda. Acordou sem ela e sem a pedir. Será que vai ser assim tão fácil? A ver vamos.

Xixi na cama

Ontem o João fez xixi na cama. Não foi à noite, foi ao final da tarde. Molhou o colchão todo. E ficou de "castigo".
Sou mais que tolerante a acidentes, mas durante o dia já não acontecia nenhum há meses. E ele estava de pé em cima da cama a ver o dito cujo escorrer pelas pernas abaixo. Não se afligiu, não chamou por nós, nada. Se foi de propósito? Acho que não, mas que ele não se preocupou muito lá isso não. E por isso não gostei e pu-lo de castigo. Sem gritos, sem grandes zangas. Apenas uma coisa: a televisão ficou desligada até ele ir dormir.
Ele percebeu muito bem o castigo. De tal maneira que não a pediu para ligar. Fez uma pequena e cautelosa tentativa que foi logo negada. Não voltou a tentar. Fiquei satisfeita. Por ele ter percebido e aceite o castigo. E pelas tentativas dele perceber o quão aborrecida eu ainda estava com a situação sem o perguntar directamente. Revi-me nele. :-) De facto eles, nesta altura, não são mais do que fotocópia de nós mesmos.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Coisas de roupa

O meu filho não só escolhe a sua roupa como faz questão de escolher todos os dias a gravata que o pai põe. Vá lá que não tem mau gosto, caso contrário...

quinta-feira, 12 de abril de 2012

O rapaz não é de doces...

... mas limpa um prato de presunto ou de azeitonas enquanto o diabo esfrega um olho!

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Das expressões que eu mais gosto

"É melhor levar casaco, dá muito jeito!"

"Afinal não está a dar o Mickey"

"Se calhar só amanhã é que há escola"

"Vocês, vocês! Olhem para mim!" (não sabe chamar mais que uma pessoa em simultaneo)

"O João está a portar bem, pois está?"

"Escola é só amanhã!" ou "Dormir é só logo!" (mesmo que ainda não tenha bem noção do que é amanhã... pode ser amanhã, depois, etc)

terça-feira, 10 de abril de 2012

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Desfralde - o rescaldo

Correu muito bem. Dorme sem fralda há três dias e há três semanas que não faz xixi de noite. A seguir: chupeta? Não me parece que seja assim tão fácil. A ver vamos.

sexta-feira, 30 de março de 2012

Desfralde - parte 2

Há cerca de 15 dias que a fralda de manhã está seca. Ele diz que as fraldas são para os bebés e que ele é crescido. Todos os factores indicam que está preparado para dormir sem fralda durante a noite. Acho que hoje vamos experimentar deitá-lo sem fralda... será que é desta que se acabaram as fraldas de vez? A ver vamos.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Basta olhar para os olhos dele...

... para ver que está doentinho. Hoje parece melhor... a ver vamos.

Quando se chateia connosco...

... porque lhe estamos a fazer cócegas e ele já acha demais ou por qualquer outra razão, volta e meia diz ele: "Vai para a cozinha! Vai cozinhá(r)!". Acho-lhe uma piada até porque não o diz com tom ofensivo... é só mesmo para se livrar de nós. O que vale é que o diz não só à mãe mas também ao pai e até ao Avô. Caso contrário, ia achar que já tinha ideias pré-concebidas sobre mulheres na cozinha e homens na sala.

Pior pior, foi que ontem o disse à empregada do Avô. "Vai para a cozinha! Vai cozinhá!!" :-)

quarta-feira, 28 de março de 2012

Hoje de manhã

Fiquei com um tapete renovado... o João vomitou o leite TODO do pequeno almoço no tapete da sala.

Já ontem ele não esteve muito bem. Acordou às 6h da manhã a vomitar o jantar do dia anterior. Pensamos que podia ser uma indigestão, mas à cautela não o mandamos para a creche. Não comeu ou bebeu quase nada o dia todo... também não insistimos. Este murcho embora não estivesse demasiado caído. À noite pediu leite. Demos-lhe um bocadinho de leite de soja para o reconfortar. Dormiu que nem um anjo.

Acordou cheio de fome e pediu-me leite. Lá lhe dei um bocadinho de leite de soja... passado meia hora saiu tudo em direcção ao tapete (que foi passar o dia à varanda). Temos virose in the house...

terça-feira, 27 de março de 2012

Paradise


"Olha... está preso. Ohhhh! Saiu! E sabe andar de bicicleta. Olha, está no metro. E agora anda de avião. Shhhhh! Está escondido. E anda de bicicleta outra vez. Não põe as mãos. Que chatice. Vai encontrar os amigos, sabes mamã? Sabes? Na selva. Sabes? E um tem óculos. Muito giro!"

Relato do videoclip por João Diogo, 2 anos

segunda-feira, 26 de março de 2012

Festa de aniversário

Ontem o João foi a uma festa de aniversário de uma coleguinha da escola. A primeira (já???).

Entrou todo satisfeito, deu a prenda à colega e uma beijoca, pois claro. E preparava-se para vir embora. Lá lhe disse para voltar a entrar... ele entrou... e chegou uma palhaça. Foi o suficiente para desatar a chorar sem conseguir parar. Já não queria ficar. Não me largava. Valeu-nos o pai da coleguinha que lhe foi buscar uns carros do filho mais velho e lá o distraiu.

Quando o fui buscar não quis vir. Tive que andar às voltas a fazer horas para o ir buscar. E não queria na mesma. Dizia que ia dormir com a menina e que no dia seguinte ia com ela para a escola. :-)

Vá-se lá entender estas crianças.

domingo, 25 de março de 2012

terça-feira, 20 de março de 2012

Três bolos, três velas

Lá por casa, em cada dia que há bolo tem que haver velas e parabéns. Começou pelos anos do tio na segunda feira da semana passada... e aí a vela era normal.
Neste sábado houve torta de noz só porque sim. Mal viu o bolo começou a pedir vela e parabéns. Lá cantamos os parabéns à vaquinha de peluche, que era o que estava mais próximo. E ele soprou a vela. Ontem, novo bolo. E novos parabéns. Desta vez aos pais. :-)

segunda-feira, 19 de março de 2012

quinta-feira, 15 de março de 2012

Da linguagem

Cada vez está mais desenvolvido. A cada dia que passa emprega novas expressões, sabe novas palavras, tudo. A última é usar o "me". "Ajuda-me" e "Diz-me" em vez do "Ajuda o João" ou "Diz ao João", por exemplo.

Conta até 20 sem se enganar e se o ajudarmos vai por aí fora. Mas conta mesmo, não se limita a enumerar. No inicio aldrabava um bocadinho, mas agora estica aquele dedinho gorducho e conta os elementos que lhe mostramos.

Conhece o aeiou e uma série de outras letras. Sabe empregá-las bem, não se limitou a decorá-las. Concluiu sózinho  que o M de mãe também é de mão, por exemplo.

Conhece as cores todas (até o cinzento, o bege e outras do género!), as formas geométricas, os opostos (quente frio, grande pequeno, alto baixo, aberto fechado, etc) e muito mais.

Cresceu num intante...

terça-feira, 13 de março de 2012

A dar banho ao João

"Não é esse mamã! Esse é para o cabelo!" E era. Estava a dar-lhe banho com shampoo convencida que era gel de banho... acho que estou mesmo a precisar de férias!

segunda-feira, 12 de março de 2012

Parabéns ao tio

Ontem explicava-lhe que o tio hoje fazia anos e que lhe iamos cantar os parabéns e dar uma prenda. "E à tia Diana também?" Para o João o tio e a namorada são um só. :-)

domingo, 11 de março de 2012

segunda-feira, 5 de março de 2012

Dos beijinhos

"Agoia na bochecha... agoia na ota... agoia na testa... agora no queixo... agoia no oio... agoia no oto oio... agoia na cabexa..." e eu a derreter-me a cada beijo dele. E depois, obviamente, encho-o de beijos.

quinta-feira, 1 de março de 2012

Foi o senhor?

Na segunda feira, a caminho de casa e já na nossa rua deparei-me com um senhor estendido no meio da rua pertinho do passeio. Parei o carro, liguei para o 112, tentei explicar a situação sem me afastar muito do carro (onde estava o João), mas chegando-me ao senhor para perceber a sua condição. O senhor mexia a cabeça mas não falava. Não sei o que tinha e fiquei sem saber.  Entretanto chegou uma senhora que morava em frente ao sitio onde o senhor estava e que o conhecia de passagem. Ficou com ele à espera da ambulância para retomar ao meu carro e tirá-lo do meio rua. Uns minutos depois ouvi a ambulância.

O João, que não viu quase nada, todos os dias que passa nesse sítio pergunta: "O que foi mamã? Foi o senhor?" Eu respondo "Não, amor. Não foi nada. Já está tudo bem." E continua ele "O que foi mamã? Foi o senhor? Foi alguém? Foi uma pessoa?". Acho que vou ter que dar uma volta maior para mudar de trajecto uns dias...

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Eu só queria saber...

... para onde foi o meu bebé e de onde apareceu este menino.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Eu já sei ler... ou quase!

Olha para o mini-carrinho das compras e aponta com o dedo enquanto soletra: "Con-ti-nen-te!"

Olha para o quadro com o nome dele e aponta com o dedo enquanto soletra: "Jo-ão!"

Olha para a embalagem do Maxilase e aponta com o dedo enquanto soletra: "Sa-ro-pe!" :-)

Ontem colei uma etiqueta com o nome dele na bata. Perguntei-lhe o que dizia. Ele quase sem olhar e a apontar diz: "Ba-ta!". Pois claro. Se é uma bata porque raio eu iria colar uma etiqueta a dizer João??? (E João é a única coisa que ele sabe verdadeiramente ler!)

sábado, 18 de fevereiro de 2012

E o Pirata não saiu à rua!

Na 4ª feira à noite começou a ficar estranho: caído, a esfregar os olhos, com vómitos, a queixar-se da cabeça.

Na 5ª acordou cheio de febre. Foi para o Avô que se queixou que ele estava sempre caído, agarrado a ele e quase sem brincar. Como isto não é normal nele (quando a febre baixa, arrebita), fomos ao pediatra. Amigdalite e gripe. É o Jackpot! Antibiótico como ele gosta... ou não.

Demoramos meia hora para lhe dar o antibiótico, mais meia para o Actifed e outra meia caso seja preciso o Brufen. Ele detesta qualquer xarope que não seja o Maxilase e, conhecendo-o bem, sei que não é birra ou fita. Ele não é grande amante de doces. os xaropes têm imenso açucar. Talvez por isso. Ou então é só pelos sabores estranhos que os xaropes têm. Quem diz que o antibiótico que lhe estamos a dar sabe a banana nunca na vida comeu uma banana.

Truques para lhe dar o xarope: dar aos bonecos todos; tomarmos nós; prometer pintarolas, livros, puzzles, jogos, músicas, etc; explicar-lhe que sem o xarope não fica bom e não pode ir ao parque; zangarmo-nos e ameçar levá-lo ao hospital para que lho deêm; ralhar com ele forte e feio; dar com uma seringa à força; não dar com a seringa mas ameaçar; etc, etc, etc. E nada resulta. E é mesmo dificil!

Ontem esteve um bocadinho melhor, mas ainda muito ranhoso, muito queixoso e muito choramingas. O avô tinha um compromisso e teve que mo entregar a meio da tarde... fartou-se de chorar. Hoje já voltei a ligar ao pediatra porque a febre voltou a subir imenso. Se até segunda feira não melhorar lá vamos nós à injecção de penincilina...

Com tudo isto o Pirata não saiu a desfilar no Carnaval. Ainda! (esperamos nós) Entretanto apareceu-nos um Faísca na varanda:

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Segundo o meu filho

No Carnaval ele vai vestir-se de pirata, o pai de enfermeiro e a mãe de princesa de saia (gostei desta especificidade).

Ora, ora... o pai de enfermeiro? O pai nem pode ver sangue! Agora a mãe de princesa parece-me muito bem, muito real! :-)

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Das sestas

O João está a dormir desde as 15h30. São 18h30. E pelos meus cálculos ainda vou ter que o acordar para jantar! Ao fim de semana vinga-se das sestas de uma hora ou hora e meia da creche.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

O que eles aprendem na creche!

Há pouco ao sentá-lo na cadeira começa a cantar:

"Nossa, nossa
Assim você me mata
Ai se eu te pego, ai ai"
 
Mas o meu filho anda a aprender Michel Teló na creche? Em casa não foi, no Avô muito menos... Ao que nós chegamos!!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Em versão Non Stop lá por casa...


E que bem que ele canta! Sabe (e ecompreende!) quase todas as letras. Até nós sabemos as músicas de trás para a frente e dançamos as coreografias com ele (e às vezes sem ele, diante do seu ar espantado).