sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Curtas ainda do Natal

- Quando viu duas prendas debaixo da nossa árvore de Natal disse logo que só uma era para ele. "A deve ser para a Matilde, porque o Pai Natal só pode trazer uma prenda a cada menino" (senão os outros meninos ficam sem prendas)

- Quando o avô paterno lhe deu uma nota verdinha pegou nela e entregou-ma dizendo: "Toma mamã, toma para ires ao Continente comprar ervilhas pequeninas para mim." (ervilhas pequeninas são lentilhas e ele adora)

- Assim que o Pai Natal entrou em casa dos nossos primos desatou num berreiro. Nem se quis aproximar. Depois de uma primeira prenda aceite a custo, já aceitou bem a segunda e à terceira até se despediu com um beijo.

- Continua a preferir o meu presépio ao presépio todo giro (e inquebrável) que lhe comprei da Playmobil.

- Ficou mal habituado aos fins de semana grandes em casa... e eu também.

Sem comentários: