quarta-feira, 25 de abril de 2012

De facto há diferenças

Por mais que ele tenha um microondas, um conjunto de loiças, uma vassoura e até uma Kitty pequenina, quando estamos a desenhar eu faço sempre uma casa, com flores, árvores, flores, sol... e ele faz sempre um carro.

Ao que chegamos...

João sentado na sanita grita para o pai que está no quarto ao lado: "Papá!!! Quero o jornal!!!"

terça-feira, 24 de abril de 2012

Cartas sobre uma semana de férias

1. Caro São pedro, vamos lá combinar que não precisamos de calor. Até pode estar um bocadinho de frio, se tiver que ser. Mas chuva é que não, São Pedro! Como levamos o catraio ao parque infantil ou ao Jardim Zoológico se chover? Não queremos faltar às promessas que lhe fizemos... dás uma ajuda? Obrigadinha!

2. Caro filho, agradecemos que a tosse que começa a despontar em ti desde domingo e que foi foi prontamente atacada pare imediatamente! Que história é essa de arranjar tosses ou viroses sempre que vamos de férias ou de fim de semana para fora? Já chega, não? Os pais agradecem a gentileza.

E a que faltava...

"Mamã, esqueci-me da pista de motas! Vou pedir ao papá para comprar na loja dos brinquedos."

domingo, 22 de abril de 2012

Quero...

"Quero uma pista de comboios, uma pista de eléctricos e uma pista do metro. E quero uma pista de carros. Do Faísca, pode ser do Faísca. E também quero uma pista dos pista dos piratas. Tá bem?"

João Diogo, 2 anos e muitos meses,  assim sem tirar nem pôr.

Nota-se alguma obcessão?

sábado, 21 de abril de 2012

"Mamã, tive uma ideia!"

João, dois anos (a caminho dos três)

sexta-feira, 20 de abril de 2012

"Mamã, estás linda!"

Digam lá se há melhor maneira de sair de casa de manhã? Claro que não!

quinta-feira, 19 de abril de 2012

"O João está a portar bem, pois está?"

Não sei o que conversaram hoje na escola, mas o João vinha um doce. Não houve atrasos para entrar no banho, comeu a sopa à primeira chamada, sentou à mesa quando pedimos, etc. Ele não faz birras gratuitas, acontecem essencialmente quando tem sono ou está bastante cansado. Mas arrasta-se para fazer o que pedimos. Tem sempre mais 5 minutos para brincar, ver televisão ou fazer outra coisa qualquer.
Hoje estava tão obediente que até estranhei... deve ter sido das marcas que trazia na testa. Foi na cama, segundo ele. A educadora confirma. Mas ainda não percebi como é que ele me aparece em casa com 6 ou 7 pintas negras. Não, não são nódoas negras. São mesmo pintas negras perfeitamente alinhadas na testa (4 em baixo e 3 mais em cima). Por mais que pense não imagino como as terá feito. O pai ficou de investigar melhor de manhã.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Sempre a surpreender...

Noutro dia passava na televisão uma imagem do género desta:

(esta já é antiga, é só um exemplo)

Olha para a televisão e diz: "Olha! Sapatos!" Não percebi o que é que ele queria dizer. Perguntei o que era e ele voltou a dizer o mesmo. E insistiu duas ou três vezes até que eu percebesse. Até que ele se levanta, vai até à televisão apontar e diz: "Igual aos sapatos do João". Só aí percebi que se referia ao simbolo da Nike... mãe lenta...

terça-feira, 17 de abril de 2012

Primeira noite sem chupeta

Ontem de manhã resolvi guardar todas as chupetas da casa. Se ele não as visse não se lembraria delas... assim eu esperava.

Não se lembrou até se deitar. Aí pediu-a ao pai. O pai disse-lhe que não havia. E ele deitou-se. Ao contrário do esperado, adormeceu rápido sem ela. Dormiu a noite toda. Acordou sem ela e sem a pedir. Será que vai ser assim tão fácil? A ver vamos.

Xixi na cama

Ontem o João fez xixi na cama. Não foi à noite, foi ao final da tarde. Molhou o colchão todo. E ficou de "castigo".
Sou mais que tolerante a acidentes, mas durante o dia já não acontecia nenhum há meses. E ele estava de pé em cima da cama a ver o dito cujo escorrer pelas pernas abaixo. Não se afligiu, não chamou por nós, nada. Se foi de propósito? Acho que não, mas que ele não se preocupou muito lá isso não. E por isso não gostei e pu-lo de castigo. Sem gritos, sem grandes zangas. Apenas uma coisa: a televisão ficou desligada até ele ir dormir.
Ele percebeu muito bem o castigo. De tal maneira que não a pediu para ligar. Fez uma pequena e cautelosa tentativa que foi logo negada. Não voltou a tentar. Fiquei satisfeita. Por ele ter percebido e aceite o castigo. E pelas tentativas dele perceber o quão aborrecida eu ainda estava com a situação sem o perguntar directamente. Revi-me nele. :-) De facto eles, nesta altura, não são mais do que fotocópia de nós mesmos.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Coisas de roupa

O meu filho não só escolhe a sua roupa como faz questão de escolher todos os dias a gravata que o pai põe. Vá lá que não tem mau gosto, caso contrário...

quinta-feira, 12 de abril de 2012

O rapaz não é de doces...

... mas limpa um prato de presunto ou de azeitonas enquanto o diabo esfrega um olho!

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Das expressões que eu mais gosto

"É melhor levar casaco, dá muito jeito!"

"Afinal não está a dar o Mickey"

"Se calhar só amanhã é que há escola"

"Vocês, vocês! Olhem para mim!" (não sabe chamar mais que uma pessoa em simultaneo)

"O João está a portar bem, pois está?"

"Escola é só amanhã!" ou "Dormir é só logo!" (mesmo que ainda não tenha bem noção do que é amanhã... pode ser amanhã, depois, etc)

terça-feira, 10 de abril de 2012

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Desfralde - o rescaldo

Correu muito bem. Dorme sem fralda há três dias e há três semanas que não faz xixi de noite. A seguir: chupeta? Não me parece que seja assim tão fácil. A ver vamos.