terça-feira, 30 de junho de 2009

A consulta

Ontem foi dia de consulta e de surpresas.

Descobri que entrei para o grupo das finalistas, que é como quem diz, aquelas que antes da consulta têm que fazer o ctg porque está quase, quase, quase a dar à luz. Eu ainda acho cedo, mas se a médica acha que sim... aí vamos nós. No ctg tudo normal, sem registo de contracções e batimento cardiaco óptimo. Conslusão: está tudo bem comigo mesmo com os achaques de final de gravidez como pés inchados, insónias de madrugada, não ter posição para dormir, etc.

A surpresa veio na ecografia! Descobri que o meu João, a quem já chamo carinhosamente o meu leitãozinho, tem já 2800 gr. Às 35 semanas e 3 dias, senhores e senhoras. Está bem que é apenas o peso estimado e que a médica achou óptimo e normalíssimo, mas eu achei um bocadinho demais. Estarei a exagerar?? Estarei a reagir assim porque comparo com a M nasceu na semana passada com 2500 gr e com quase 38 semanas? Ui, ui.

Ainda para mais, a médica no meio de toques, ecos e outros exames disse-me que a parte interior da minha bacia era muito estreita (e eu respondi logo que só se for a interior, porque a exterior é bem larguinha!) o que pode dificultar o parto normal. Ora: bacia estreita e 2800gr às 35 semanas dá uma bela combinação!!

Gostei quando ela me disse que depois dele nascer eu ia ficar irreconhecivel, já que continuo sem aumentar nadinha de peso desde que engravidei. Descansem, eu não acreditei a 100% nela. Eu sei que a barriga fica, e tal. Mas pelo menos vou ficar mais leve do que era antes de engravidar!

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Do fim de semana...

Este fim de semana portei-me muito mal. Confesso. Sábado completei mais um ano de vida e aproveitei a desculpa para me vingar de quase 3 meses de dieta rigorosa! Comi um bocadinho de muita coisa que tinha saudades e acho que o João aprovou a decisão: não parava de se mexer. Recebi umas prendinhas para mim e outras para ele, andamos a passear e jantamos num restaurante ao qual eu não ia há bastante tempo. Foi um belo aniversário, sem dúvida.

Ontem já me voltei a portar bem... tem mesmo que ser porque afinal não é só a minha saúde que está em risco, é também a saúde do João. Custa um bocadinho, mas também já não falta assim tanto para poder voltar a comer de tudo um bacadinho (pelo menos assim o espero).

Hoje tenho consulta na minha GO. Vamos lá ver o que ela me diz sobre este rapaz lindo que tenho na barriga e sobre como vai ser o próximo mês. Sim, porque já só falta um mês!

quinta-feira, 25 de junho de 2009

E hoje é um dia especial!

É o dia em que nasceu a M., uma bebé linda e filha de uns amigos muito queridos!

A mamã não queria acreditar quando eu lhe dizia que apesar da DPP ser 9 de Julho ela não iria chegar ao final do mês de Junho grávida... pois foi surpreendida esta manhã!

E eu fui surpreendida à tarde, quando lhe liguei para combinar o último lanche de grávidas e ouvi aquele chorinho de bebé recém nascida mesmo ao pé dela. Tão baralhada que eu fiquei que nem quis acreditar que a M já tinha nascido!

Muitas felicidades para os três e que a vida vos sorria sempre!

(e um mega-glup para nós, porque isto significa que o grande dia do João está cada vez mais perto...)

Soluços

É giro trabalhar enquanto a minha barriga salta a cada 10 segundos: nada mais que um ataque de soluços do João. É a segunda vez que os sinto assim tão bem, e é tão giro! Acho que já começo a sentir saudades destes momentos.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Ao S. João (e não só)


João é o seu nome,
É um santo popular;
No dia 24 de Junho
Vai a malta animar!
.
João também é o seu nome,
e é um menino de encantar;
Lá para meados de Julho,
os papás e amigos vai deliciar!

sexta-feira, 19 de junho de 2009

E no início da semana...


... chegou o veiculo motorizado e respectivos complementos. Escolhidos pelo papá, claro está.


quarta-feira, 17 de junho de 2009

Das férias e da diabetes

Durante as nossas férias tentei fazer o melhor que podia para controlar os valores da glicémia.

Nem sempre era fácil porque comer sopa fora de casa significava comer imensa batata, comer salada implicava não saber como foi lavada, comer legumes cozidos demorava imenso tempo e nem sempre havia disponíveis. Além disso, havia todas aquelas tentações alentejanas, doces e salgadas.

No entanto, querem saber a melhor? Nunca tive valores tão bons como nestes 15 dias de férias. Os melhores valores, curiosamente, obtive-os depois de comer uns canelones num dia, uma pizza enorme no outro, e umas migas com carne de porco noutro ainda. Tudo coisas que supostamente me fariam muito mal. Acho que o facto de andar descontraída, sem o stress diário do trabalho, do trânsito, de tudo, ajuda a controlar os valores. Amanhã vou à endocrinologista e já vou confirmar a minha teoria.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Do tempo que passa...

O tempo passa tão depressa! Ainda há pouco tempo descobria que estava grávida e já estou em contagem decrescente para o nascimento do João... Eu sei que ainda faltam uns dias largos, mas para mim a contagem decrescente já começou. É que os dias não passam, voam! As semanas começam e acabam praticamente no mesmo momento. Não consigo fazer nada do planeado, do que preciso. Se não fossem estas férias, acho que teria sido muito complicado ter tudo pronto para a chegada dele. Tudo, tudo, ainda não está. Mas alguma vez estará? Acho que não.

O que é certo é que o quarto já está pronto (seguem fotos depois da arrumação!). A roupa está lavada, passada e arrumada nos respectivos sítios. A mala está feita, embora um pouco aldrabada, mas enfim... ainda vou ter que a refazer (foi feita a correr para levar comigo de férias, não fosse alguma coisa acontecer). O berço ainda não está no nosso quarto mas já está pronto, entregue e montado. Os básicos de farmácia também já andam por lá. Falta-me escolher um/uma pediatra que seja competente, disponível, paciente e carinhoso. Encontra-se um assim?

terça-feira, 9 de junho de 2009

Ainda de férias...

...uma pausa apenas para registar o seguinte: os Alentejanos não são lentos... é o Alentejo que a isso obriga! Estivemos por lá 4 dias e quer eu, quer o pai, quer o próprio JD mexiamo-nos muito pouco. Que preguiça que nos dava!!!

Desde ontem que estamos em Lisboa e tudo voltou à agitação normal! Aliás, mais que o normal...

Eu já estava a ficar preocupada com ele, porque mexia-se mesmo pouquinho. Mas aparentemente foi só influência dos ares quentes e místicos do Alentejo, porque agora não há quem o pare. E venham mais uns pontapés!