quinta-feira, 17 de março de 2011

E quando chegamos a casa foi a risota

O João ontem estava particularmente bem disposto. Dava grandes suspiro que nos faziam dar gargalhadas pela originalidade da cena. Depois apercebeu-se disso e suspirava a torto e a direito. Nós começamos a imitá-lo, ele a nós, e daí até estarmos todos de lingua de fora a fazer caretas e sons estranhos foi um pulinho. E ele estava à altura! Imitava tudo o que faziamos. Um principio de noite de risota tola, foi o que foi. E foi tão bom!