quarta-feira, 2 de março de 2011

Da linguagem

Aprendeu a dizer Avô. Do nada, saiu-lhe um "Abô" quase perfeito não fosse a troca do V pelo B. Insisti meses para que o dissesse e nada. Quando desiti ele resolveu dizer. Danado, este rapaz.

4 comentários:

Mami ( Sónia ) disse...

ihihihih

Pat disse...

Pois mostra bem que é do Norte!! "Abô" está mais que correcto!!

Eu já começo a ficar habituada a essa história de insistir e ele nada e depois esquecemos e, pimba, toma lá!!

Patricia disse...

é assim mesmo. Afinal quem é que manda?

Cati disse...

Estes putos são mesmo ruins! LOL
Tenho uma parecida lá em casa :)