quarta-feira, 27 de julho de 2011

Nova visita ao S. João

Ontem o João caiu ao tentar subir para o sofá. Não foi a primeira vez nem será a última, já que ele tem espirito de alpinista. Mas desta vez caiu em cima do braço esquerdo e estava muito queixoso.

Comecei a testá-lo: pedia-lhe um boneco e ele pegava com o braço direito. Insistia para me trazer outro com a mão esquerda e ele choramingava assim que pegava no boneco. Fui para a nossa cama e pedi-lhe para subir.. e ele choramingava ao fazê-lo. Decidimos que havia alguma coisa errada e que iamos ao hospital. Enquanto desciamos no elevador o João tentou carregar nos botões com a mão direita. Pedi-lhe que o fizesse com a  esquerda e ele tentou fazê-lo mas com os dedos encolhidos. Comecei a preocupar-me mais.

Na consulta de triagem a médica/enfermeira concordou que havia alguma coisa errada no braço/mão esquerdos e pediu-me para aguardar. As urgências estavam vazias. Havia apenas dois ou três meninos, todos no seguimento de quedas. O João entusiasmou-se com uma das meninas e começou a brincar, a subir cadeiras, a comer bolachas, etc. Comecei a achar que se calhar não deveriamos estar ali porque a pouco e pouco via que ele usava o braço e a mão quase como habitualmente.

Chegamos ao ortopedista e o João já estava como novo. Não fizemos raio-x já que o ortopedista achou que não havia necessidade. Apalpou-lhe braço e mão e ele nem um chorinho deu. Estava impecável. O ortopedista explicou que era provável que ele tivesse deslocado alguma coisa ou tivesse feito uma pequena luxação que rapidamente foi ao sitio (muito normal nestas idades). Inicialmente ele evitava mexer-se porque lhe doía e, mesmo depois de já ter ido ao sítio, ele deveria evitar mexer-se com medo que lhe doesse. Mas que a pouco e pouco ganhava confiança e perdia o medo todo. E de facto foi isso que eu acho que aconteceu na sala de espera... na brincadeira com os meninos esqueceu-se do medo da dor.

E que todas as visitas ao S. João terminem assim!

4 comentários:

disse...

ufa!

ao começar a ler pensei logo na minha filha que partiu o bracinho no ano passado,os sintomas eram iguais...

mas foi so um susto...que bom!

um beijinho

Patricia disse...

Foi um assusto grande amiga! Ainda bem que no final tudo estava bem e que a brincadeira enquanto esperavam tirou as dúvidas! Bjs

Pat disse...

Ainda bem que foi só susto! Que todas as consultas terminem assim tão bem!
;)

PS - ainda não liguem para o curso (shame on me!) Ando cheia de trabalho e quando me lembro é tardissimo...

Cláudia disse...

Foi um susto grande!!!
Mas o João é um valente,e tudo acabou bem :)

E sim, que se voltarem a ter que lá passar, que acabe da mesma maneira ;)

Beijinhos