quarta-feira, 22 de junho de 2011

Pela primeira vez...

O João ficou a chorar no infantário. Na segunda feira o pai foi levá-lo e correu tudo dentro do normal. Ontem fui eu levá-lo e ele não queria ficar nem por nada. Chorou agarrado a mim, foi para a sala a chorar e ficou na sala a chorar (que eu fiquei por lá a "ler" os recados no placard para ver se o ouvia!). Ele nunca o fez, nem quando era bebézinho nem depois de já mais crescido. Não gostei.

Fiquei desorientada sem saber o que pensar... será porque fui eu deixá-lo e costuma ser o pai? Será que foi porque sempre que ele vai comigo de manhã é para casa do avô e e ele pensou que era isso que ia acontecer? Será que é por a educadora estar de férias e meteram lá outra pessoa? Será que foi por nós termos estado de férias? Só questões sem resposta, coisa que eu detesto.

Hoje aconteceu a mesma coisa. Quando a auxiliar da sala dele o veio buscar agarrou-se a mim a chorar e só com muito esforço e promessas de ir ver os bichinhos que eles lá têm é que me largou. A chorar, mas foi com a auxiliar.

Mas hoje venho já mais descansada. Mal saímos do carro à porta da creche ele começou a "perguntar" "Vera? Vera?" Nitidamente ele sentiu a falta da educadora que meteu estes 3 dias de férias. No primeiro dia ficou bem porque não sabia que ela não estava, mas no segundo já não queria ficar. Depois, em conversa com a auxiliar (que ele adora!), percebi que tinham uma estagiária na sala que ainda não está habituada a lidar com os miudos e isso também o afectou. Segunda feira vai voltar a ficar bem com toda a certeza!

2 comentários:

Pat disse...

Foram todas essas alterações de rotina tenho a certeza. O Santiago tb fica sempre muito bem. No outro dia, fiquei sem carro e foi o pai a levá-lo de manhã. Foi uma choradeira!! Deve ter pensado que como ía com o pai iam passear ou assim. Quando vem de férias ou depois de estar muitos dias comigo por estar doente,acontece o mesmo!
Isso passa-lhe!
Ah! Gostei do truque de "ler" os placards!! Eu faço o mesmo. LOL

Cláudia disse...

Ás vezes também acontece com o Afonso... Os pediatras dizem que é bom, mas eu também naõ gosto nada... Preferia tanto traze-lo comigo nessas alturas...