terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Gostos não se discutem... ou às vezes sim!

Desde que lhe dei um bocadinho de fiambre - já nem sei quando nem porquê - que o elegeu como seu alimento preferido. O queijo passou para segundo lugar mas continua muito bem classificado. Esta manhã largou imediatamente o pedaço de queijo que comia mal viu o fiambre.

Também gosta muito destas bolachas:
Não pode ver o pacote em casa do avô ou a caixa onde as guardo em nossa casa: pede logo ou, se lhes chegar, traz-nos a caixa para lhe darmos uma.

A sopa? Também vai. Às vezes com uns desenhos animados a acompanhar outras nem disso precisa. A fruta marcha sempre e rapidinho, assim como a papa, os iogurtes e o pão. O leite só de manhã, à noite é muito raro conseguir que beba (já nem lhe dou, só quando jantou mal ou há algum tempo).
Comida mesmo... tem dias. Mas de um modo geral come bem arroz e massa (lá por casa não comemos muitas batatas...), ervilhas e alguma carne ou peixe. Estes últimos com mais dificuldade: às vezes parece que se enrola na boca e acaba por deitar fora.
Giro, giro foi vê-lo tentar comer um bocado de alface. Estranhou muito a textura, deu-lhe muitas voltas, colava-se à boca e às mãos. Tentou uma e outra e outra vez. Mas acabou por não comer.
Como diz o pediatra, a seu tempo comerá tudo e mais alguma coisa.

Sem comentários: