sexta-feira, 5 de março de 2010

Farinha de pau parte II - a mamã explica-se

"A farinha de pau, feita a partir de farinha de mandioca à venda em qualquer supermercado, junto das restantes farinhas, resulta numa boa fonte de hidratos de carbono já para não falar na fácil digestibilidade e na versatilidade deste prato... Além disso, é uma excelente forma de ir introduzindo comidinhas pouco passadas, pois quer os legumes, quer o peixe desfiado ficam muito bem misturados.

Farinha de pau de Peixe

- Arranje o peixe e coza-o à parte, em água temperada com um dente de alho e um raminho de salsa;
- Faça um refogado muito leve com um fio de azeite e um pouco de alho francês (parte branca) bem cortadinho;
- Enriqueça o refogado ainda com mais legumes: por exemplo courgete ou cenoura ralada.
- Adicione então a água de cozer o peixe, previamente coada;
- Quando o peixe está cozinhado, retirar as espinhas e desfiar.
- A parte , desfazer duas colheres de sopa de farinha de pau num pouco de água. Mexer e colocar no tacho, sempre a mexer, em lume brando, para não embolar e a uma temperatura baixa. O objectivo é obter um preparado cremoso e não muito grosso, portanto ter agua à mão para ir acrescentado se necessário. Acrescente um pouquinho de salsa bem picadinha.
- Deverá cozer, sempre em lume brando, durante 2 minutos aprox. para que a farinha fique cozida.
- Acrescente então o peixe desfiado, tempere com sal se o bébé tiver mais de 12 meses, e acerte a textura, se necessário com mais água coada de cozer o peixe. Prefira peixe magro, como a pescada ou a solha, por exemplo."

Texto retirado integralmente de http://solangeburri.blogspot.com/

2 comentários:

Mamã Pirata disse...

Cais farinha de pau!!


Blakkkkkkkkkkk!

Foge pra Tia Pirata ,joãozinho:))EHEHE.

Flor disse...

eh pah eu só pela descrisão fiz má cara, imagino o sabor.

Oh gambozina, deixa la de dar essa paparoca ao Joãozito.

beijinhos
Flor

p.s espero que a nossa pediatra não se lembre de tal coisa, estou mesmo a ver o Martim a comer isso