terça-feira, 4 de maio de 2010

Primeiras vezes - sono

A primeira vez que dormiu de lado foi na noite de sábado para domingo. Quando lá fui espreitar nem sabia muito bem onde é que estava a cabeça dele. Estava virado de lado com as mãozinhas juntas a dormir profundamente. Tão lindo. Tão sereno. Tão crescido.

Ontem quando o deitei já a dormir virou-se imediatamente para o mesmo lado e continuou no seu sono. Acho que temos nova posição preferida para dormir.

Mas isto de dormir de lado é também porque se mexe muito mais e vai varando de posição. O mal é apenas um: agora ninguém o pára na cama.

Na noite anterior estava farto de "falar" na cama e estava a custar sossegar para adormecer. A pouco e pouco fez-se silêncio. Fui lá vê-lo para o tapar e só via uma mão. "Onde é que ele está, aqui não, aqui também não...". Estava lá para baixo dos lençóis... e quando o destapei estava acordado e deu um sorriso tipico do "cucu, onde está?".

Outra vez começou a chorar por volta da 1h da manhã porque já tinha dado tantas voltas na cama que se tinha enrolado no lençol e não conseguia rodar mais. Desenvencilhei aquilo tudo, deitei-o no sítio certo e nem abriu o olho... dormiu de seguida.

Ainda outra vez acordou com as costas encostadas à cabeceira da cama. Destapado, claro está.

Sem comentários: