sexta-feira, 6 de maio de 2011

Zangado

Esta semana foi de muito trabalho e acabei por ir buscar o João a casa do Avô muito mais tarde que o costume. Fui sempre recebida por um bebé zangado: não olhava para mim, recusava os meus beijos e ainda se refugiava no colo do Avô. Impressionante a noção do tempo que já tem! Não por saber as horas, obviamente, mas porque percebeu que o tempo que esteve no Avô sem mim foi diferente do habitual. O que vale é que passado um bocado já nem se lembra da zanga.

1 comentário:

Pat disse...

O meu é igual! E agora também se lembra de vez em quando de não querer ir para a creche. Não chora, mas agarra-se às minhas pernas! Começam mesmo a ter outras noções que até aqui pareciam não existir! E o sentimento de abandono é um deles!!