quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Post demasiado lamechas e babado e sem interesse para os estimados leitores

Fica tãããoooo lindo quando põe o telefone no ouvido para fazer de conta que está a falar. E quando não o põe direito dá-lhe uma volta para que fique direitinho.

E é tão giro quando carrega em qualquer botão da aparelhagem do nosso quarto e olha para a televisão achando que vai provocar nela algum efeito. Já que quando mexe no dvd ou box na sala algo se altera na televisão, ali também devia acontecer algo do género! Tão inocente :) (mas já procura a causa-efeito).

E quando lhe ponho a chupeta ao contrário? Lá vai ele com aquela mão gorducha pô-la direita (esta já faz há meses, mas tenho-me esquecido de registar). Tão castiço.

E quando entra no elevador, ri-se envergonhado para o espelho e diz "Olá!"? De-li-ci-o-so!

E a andar no meio de uma roda feita pelo pai, pela mãe, pelo avô e pelo tio? Vai do avô para o pai (que estão frente a frente), do pai para o avô, do avô para o pai, eu chamo e ele inclina-se para mim e à última da hora engana-me e vai para o pai novamente. E ri-se (rimo-nos) muito. Sim, já muda de direcção em andamento.

E tantas outras coisas... Inauguro aqui a série "Post demasiado lamechas e babado e sem interesse para os estimados leitores". A actualizar com frequência para ficar registado para a posteridade.

2 comentários:

Pat disse...

Cá para mim esses momentos são bem mais deliciosos e dignos de registo que os "já senta!" "Já anda" "já come!" porque são esses pormenores que os diferenciam..tudo o resto fazem todos mais cedo ou mais tarde!

Patricia disse...

Olha que eu achei bem interessante. Até pq já tenho saudades dessa fase...