quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Das férias da creche em casa do Avô

11h da manhã: pega na mão do avô, guia-o até ao quarto dele (do avô), pede-lhe para se deitar na cama e adormece. Simples, simples. Sem grandes horários e sem grandes rotinas. Férias são férias.

E dorme descansado até às 13h20, acorda, come um enorme prato de sopa cheio de vontade, outro de peixe assado com batatas e ainda meia banana. E brinca a tarde toda. É assim e mais nada!

(Pena que a meteorologia não ajude!)

3 comentários:

Patricia disse...

Ainda que sem grande ajuda do S. Pedro, é tão bom!!!

carmo pinto disse...

não podia ser melhor!
bj

Cláudia disse...

:)
Que bem que sabe :)